top of page

FLORESTAS RENOVÁVEIS, FUTURO SUSTENTÁVEL: RECAPITULANDO O EVENTO DA INDÚSTRIA DE MADEIRA

O Rio de Janeiro foi anfitrião da 2ª Edição do “MADEIRA SUSTENTÁVEL”. Realizado com o apoio da ACIMDERJ - Associação do Comércio e Indústria de Madeiras e Derivados do Estado do Rio de Janeiro, este encontro reuniu diversas personalidades da cadeia de suprimentos de madeira, destacando a importância do manejo florestal sustentável.



As florestas brasileiras detêm uma posição central nesse contexto, representando mais de 60% do total global e cobrindo aproximadamente 59% do território do país. Entre as regiões que se compõe este cenário, o Mato Grosso se destaca, contando atualmente com mais de 4,7 mil hectares de áreas de manejo, com projeções de expansão até 6 mil hectares até 2030.


Sob o tema "Madeira Sustentável – O Futuro do Mercado", o evento teve início com uma palestra esclarecedora proferida por Frank Rogieri, Presidente do Fórum Nacional das Atividades de Base Florestal (FNBF). Em seguida, Edinei Blasius, Presidente do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso (CIPEM), trouxe à plateia reflexões sobre a "Descarbonização da Indústria da Construção – Potencial Florestal de Mato Grosso". A necessidade de rastreabilidade na origem da madeira nativa foi abordada de forma didática por Mauren Lazzaretti, Secretária de Meio Ambiente do Estado do Mato Grosso (SEMA) e o Presidente da Associação Brasileira de Agências Estaduais de Meio Ambiente.


O programa continuou com Renato Rosenberg, Diretor de Concessões do Serviço Florestal Brasileiro, fornecendo insights sobre as concessões florestais no Brasil. O arquiteto Roberto Lecomte, da Casacerta Arquitetura, cativou os presentes com sua visão sobre "Madeira na Construção do Século XXI". Por fim, Cesar Miranda, Secretário de Desenvolvimento de Mato Grosso, encerrou o evento ressaltando os progressos do estado em direção à produtividade com sustentabilidade.


Representando a ACIMDERJ, Marcelo José Ferreira de Oliveira, 1º Secretário, e Marcos Alexandre de Faria Cordeiro, 2º Vice-Presidente, juntamente com outros membros associados, participaram ativamente do fórum. Apesar da ausência do Presidente Wadson Werly devido a uma perda pessoal, o evento contou com um envolvimento vibrante de associados e partes interessadas da ACIMDERJ.


Os agradecimentos foram estendidos a todos que contribuíram para o sucesso do evento, especialmente aos parceiros, palestrantes, patrocinadores e participantes, cujo apoio foi fundamental para o enriquecimento do entendimento coletivo, o estabelecimento de conexões significativas e o impulso em direção a um futuro mais sustentável.


Refletindo sobre os insights compartilhados e as conexões estabelecidas durante o evento, a ACIMDERJ reafirma seu compromisso em promover práticas florestais responsáveis e impulsionar mudanças positivas na indústria madeireira. Juntos, continuarão a advogar pela sustentabilidade, inovação e colaboração em benefício das comunidades e do planeta.



"O evento 'Madeira Sustentável – O Futuro do Mercado' é fundamental para o nosso estado, pois esclarece aqueles que não compreendem plenamente o manejo florestal sustentável. Nosso Presidente Wadson Werly da ACIMDERJ, em parceria com Frank Rogieri, Presidente do FNBF, trouxe para o Rio de Janeiro a 2ª Edição deste evento, que iniciou em São Paulo. Certamente, ele esclarecerá e abrirá grandes caminhos com arquitetos e designers, mostrando que o manejo florestal é viável e crucial para nossos projetos aqui no Rio de Janeiro." - Marcelo José Ferreira de Oliveira, 1º Secretário da ACIMDERJ.

"Precisamos quebrar paradigmas, fornecer informações de qualidade e transparência, e mostrar a verdade ao povo brasileiro. Por muito tempo, a indústria madeireira foi mal compreendida e sua imagem distorcida. Este evento, realizado pelo Fórum com o apoio da INEX, de todos os sindicatos e madeireiros, visa estabelecer um contato direto com o consumidor final e o projetista, pois são eles que determinam o uso da madeira nos projetos de construção.Queremos que as pessoas entendam claramente a diferença entre desmatamento ilegal e manejo florestal sustentável. O uso de madeira proveniente de manejo florestal sustentável contribui para a preservação ambiental, reduzindo as emissões de carbono e fornecendo materiais duráveis para residências, comércios e investimentos." Frank Rogieri, Presidente da Fundação Nacional da Madeira Nativa (FNBF)

A ACIMDERJ convida aqueles que não puderam comparecer a permanecerem conectados para atualizações sobre futuros eventos e iniciativas destinadas a avançar na indústria de madeira sustentável. A jornada continua, inspirada pela visão compartilhada de um futuro próspero e sustentável para as gerações futuras.


Fotos do evento, clique AQUI!

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page